Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 31 de agosto de 2017. Atualizado às 00h17.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Frases e Personagens

Notícia da edição impressa de 31/08/2017. Alterada em 30/08 às 19h26min

Frases e personagens

Marcelo Caetano

Marcelo Caetano


CHARLES SHOLL/FUTURAPRESS/FOLHAPRESS/JC
"A reforma da Previdência é uma das necessárias para o crescimento do País. O próprio Banco Central afirma que a redução estrutural das taxas de juros depende da reforma da Previdência. Com isso será possível gerar mais crescimento e emprego." Marcelo Caetano, secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda.
"Um dos grandes nortes da reforma é a convergência de regras entre setor público e setor privado. Não interessa se você é auditor ou juiz ou do setor privado, as regras serão as mesmas. Na aposentadoria rural continuará havendo regras especiais para esses trabalhadores, como idade e tempo de contribuição menor. Haverá exigência de contribuição, mas ela será diferenciada." Também Marcelo Caetano.
"A reforma trabalhista tende a aumentar a formalização, mas os mais pobres têm inserção precária no mundo do trabalho, e, para eles, o requisito mais difícil de cumprir deve continuar sendo o tempo de contribuição ao INSS." Pedro Nery, economista, consultor do Senado.
"Acredito que o governo irá cumprir a promessa e editar uma Medida Provisória (MP) alterando partes do projeto da reforma trabalhista após sua entrada em vigência, prevista para 13 novembro." Rogério Marinho (PSDB-RN), relator do projeto na Câmara Federal.
"Hoje, no País, o padrão do comportamento moral médio da sociedade certamente está longe de uma condição ideal ou desejável. E a classe política, fruto das escolhas da própria população, agrava e aprofunda ainda mais essa crise de valores. Corruptos e honestos, não raras vezes, no afã do denuncismo, acabam misturados como se fossem a mesma coisa." Germano Rigotto (PMDB), ex-governador.
"O título de Cidadão de Porto Alegre conferido ao general de exército Sérgio Etchegoyen é o reconhecimento do Legislativo Municipal, que representa o povo porto-alegrense, a um militar gaúcho, cruzaltense de nascimento, que teve ativa participação na vida pública de nossa Capital e continua a prestar serviços relevantes ao Rio Grande do Sul e ao Brasil." Mônica Leal (PP), vereadora proponente do título.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia