Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de julho de 2017. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Memória

Notícia da edição impressa de 18/07/2017. Alterada em 17/07 às 22h32min

Neto do ex-presidente Getúlio Vargas é encontrado morto em Porto Alegre

Morreu em Porto Alegre, em sua residência no bairro Moinhos de Vento, Getúlio Dornelles Vargas Neto, neto do ex-presidente Getúlio Vargas. Ele tinha 61 anos.
De acordo com a Polícia Civil, o óbito aconteceu presumidamente no domingo, mas o corpo de Vargas Neto, acompanhado de um bilhete de despedida, foi encontrado somente na manhã de ontem, pela empregada da família. De acordo com a Polícia Civil, a causa da morte foi suicídio por um disparo de arma de fogo.
Um inquérito será aberto para apurar o caso, pois a investigação faz parte do procedimento legal obrigatório mesmo nos casos em que há a evidência do suicídio.
De acordo com as últimas pessoas que viram Vargas Neto com vida, ele teria ido ao Country Club, onde jogou cartas e almoçou. Vargas Neto, que ultimamente administrava negócios familiares, deixou a companheira, Denise Carneiro, e quatro filhos de casamentos anteriores.
Getúlio Vargas Neto era advogado de formação e foi um dos fundadores do PDT. Ele se candidatou, em 1986, à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, porém não foi eleito. Em 2011, filiou-se ao PPS fluminense, mas não chegou a se candidatar a nenhum cargo pela legenda.
Vargas Neto era filho de Manuel Antônio Sarmanho Vargas, que também se suicidou, aos 79 anos, em Itaqui. O avô, presidente da República entre 1930 e 1945, e de 1951 a 1954, tirou a própria vida em 24 de agosto de 1954.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia