Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 31 de julho de 2017. Atualizado às 12h01.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Alterada em 31/07 às 12h03min

Após período de estiagem, agosto começa com volta da instabilidade no Estado

Previsão é de que a chuva retorno ao Estado na quarta-feira, com queda das temperaturas

Previsão é de que a chuva retorno ao Estado na quarta-feira, com queda das temperaturas


MARCO QUINTANA/JC
Stéphany Franco
Desde o último final de semana, o Rio Grande do Sul registra temperaturas atípicas para o mês de julho, conhecido pelo inverno rigoroso. Assim, com a baixa umidade do ar, além da saúde ficar prejudicada pelos problemas respiratórios, a agricultura também fica em estado de alerta. Segundo o Metroclima, do Centro Integrado de Comando de Porto Alegre (Ceic), o mês de julho é o mais seco em décadas e tem deteriorado a qualidade do ar na Região Metropolitana da capital gaúcha. O Inmet chegou a emitir um alerta de perigo potencial para os baixos índices de umidade relativa do ar nesta segunda-feira (31). 
Devido ao clima excessivamente seco, a colheita das culturas de inverno podem ficar prejudicadas em todo o Estado. De acordo com o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Ênio Todeschini, para o cultivo de frutas é necessário que haja um equilíbrio entre frio e calor. "Tivemos poucos dias de frio nesse inverno e estamos tendo muitos dias com temperaturas elevadas para o período, isso preocupa os agricultores da região de Caxias do Sul, por exemplo, porque a estiagem acaba atrasando a produção". 
Para alívio dos agricultores, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) informou que há previsão de chuva para o Estado a partir desta quarta-feira (2), além da queda das temperaturas. Na quarta, a mínima fica em torno de 11°C e a máxima chega aos 29°C. Já na quinta-feira, a previsão para Porto Alegre fica entre 15°C e 20°C.
O engenheiro agrônomo da Emater afirma que a chuva desta semana já é esperada pelos agricultores, mas para ajudar na produção é necessário que se tenha um volume de precipitação de pelo menos 20mm, visto que não chove no Rio Grande do Sul desde a metade do mês de julho. Mesmo que os próximos dias marquem chuva, os prejuízos para as lavouras serão inevitáveis, estima.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia