Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 29 de julho de 2017. Atualizado às 20h53.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

transporte público

27/07/2017 - 22h30min. Alterada em 28/07 às 01h17min

Prefeitura de Porto Alegre acaba com a gratuidade da segunda passagem; apenas estudantes manterão isenção

Segunda passagem será tarifada em R$ 2,02; gratuidade segue para usuários de passagem escolar

Segunda passagem será tarifada em R$ 2,02; gratuidade segue para usuários de passagem escolar


Bruna Oliveira/Especial/JC
A prefeitura de Porto Alegre publicou nesta quinta-feira (27), o decreto 19.803, que retira a gratuidade na segunda passagem de ônibus. O texto institui novas regras nas integrações com o cartão de bilhetagem eletrônica TRI/SIM.
A segunda passagem passa a ser tarifada em R$ 2,02 - 50% do valor da tarifa atual, de R$ 4,05. A exceção são os estudantes, que vão continuar com isenção de 100% na segunda viagem de ônibus. 
A medida busca um menor impacto nos futuros reajustes da passagem de transporte público. O decreto entra em vigor em 30 dias a contar da data de sua publicação. A regra valerá para quem utiliza vale-transporte e passe antecipado. 
Hoje, a isenção que mais pesa na hora do reajuste é a segunda passagem gratuita, que representa R$ 0,51 na tarifa, ou seja, 13%. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) estima que, de cada 100 usuários, 13 utilizam a segunda passagem grátis.
Como ficou a segunda passagem em Porto Alegre:
  • Vale-transporte: 50% de isenção (R$ 2,02)
  • Passe antecipado: 50% de isenção (R$ 2,02)
  • Passagem escolar: 100% de isenção (Gratuito)
Para a utilização do benefício da isenção tarifária da segunda viagem deverão ser observados:
  •  Pagamento de tarifa na primeira linha
  • Passagem pela roleta na segunda linha em até 30 minutos, contados do desembarque do primeiro ônibus
  • Integração realizada em linha diferente da utilizada na primeira viagem
  •  Integração visando, unicamente, à complementação do deslocamento a um destino final único
  • Limitação do uso do benefício em três integrações diárias. Caso necessite ultrapassar o descrito, poderá solicitar alteração para o seu caso específico, mediante comprovação e autorização da EPTC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
diego 29/07/2017 16h26min
Já estamos acostumado com o caráter de nossos governantes. Em época de Campanha defendem o povo, depois de eleito vestem os presentes e.mordomias dos empresários, e logo vemos a governança governar em favor de empresas poderosas. Precisamos de muito mais: MORO, FACHIN, RODRIGO JANO.... OS VERDADEIROS HERÓIS DO POVO
Luis Santos 28/07/2017 09h08min
Ja é caro assim cada vez mais vai diminuir o nr de usuário sem contar a falta de seguranca não cumprem horários principalmente domingos e feriados.