Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de julho de 2017. Atualizado às 17h53.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

moradia

04/07/2017 - 09h51min. Alterada em 04/07 às 10h58min

Lanceiros Negros ocupam prédio desativado de hotel no Centro de Porto Alegre

Integrantes do grupo entraram no antigo hotel Açores na madrugada desta terça-feira

Integrantes do grupo entraram no antigo hotel Açores na madrugada desta terça-feira


MARCELO G. RIBEIRO/JC
Bruna Oliveira
Os integrantes da Ocupação Lanceiros Negros entraram, na madrugada desta terça-feira (4), no prédio do antigo Hotel Açores, na Rua dos Andradas, no Centro Histórico de Porto Alegre. Cerca de 150 famílias estão no local, segundo nota do Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB). No grupo, também estão famílias que residem em áreas de risco na Capital, como regiões afetadas pelo tráfico de drogas ou que foram atingidas por enchentes. 
{'nm_midia_inter_thumb1':'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/07/04/206x137/1_mgr040717ocupa_mlb019-1579432.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'595b92fb97ae0', 'cd_midia':1579432, 'ds_midia_link': 'http://jcrs.uol.com.br/_midias/jpg/2017/07/04/mgr040717ocupa_mlb019-1579432.jpg', 'ds_midia': 'Grupo Lanceiros Negros ocupa o prédio do antigo hotel Açores, no centro histórico de Porto Alegre. ', 'ds_midia_credi': 'MARCELO G. RIBEIRO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Grupo Lanceiros Negros ocupa o prédio do antigo hotel Açores, no centro histórico de Porto Alegre. ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Hall de entrada de prédio também ostenta a bandeira do movimento. Foto: Marcelo G. Ribeiro/JC
Faixas do Movimento Lanceiros Negros e do MLB foram fixadas na fachada do edifício, que estava desocupado. A entrada dos moradores no local ocorre quase 20 dias após a reintegração de posse de um prédio do governo estadual, localizado na esquina das ruas General Câmara e Andrade Neves, também no Centro. Cerca de 70 famílias estavam no imóvel há um ano e meio e foram retiradas em ação da Brigada Militar, cumprindo decisão judicial. O prédio chegou a ser usado por estruturas do Ministério Público Estadual há cerca de 10 anos.
As circunstâncias da reintegração de posse, conduzida durante uma noite de forte frio na Capital e na véspera do feriado de Corpus Christi, foram criticadas por movimentos sociais e órgãos de direitos humanos, mas defendidas pelo governo estadual como necessárias para atingir o mínimo possível de pessoas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
JOAO CARLOS 04/07/2017 16h17min
"Lanceiros Negros". Admiro-me dessa imprensa esquedopata, que coaduna com esses movimentos, que na verdade são organizações marginais que depredam, invadem e destroem propriedades privadas e públicas. Por acossa tem identidade jurídica? Claro que não. Pois assim como MST, provovem baderna e destruição covardemente acobertados pelos políticos e imprensa neocomunista. Que saudade dos militares!! Era cassetete neles!!! E na imprensa comunista também!!