Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 30 de julho de 2017. Atualizado às 22h40.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Brasileirão - Série A

Notícia da edição impressa de 31/07/2017. Alterada em 30/07 às 22h35min

Grêmio não consegue romper retranca do Santos

Ferrnandinho foi o autor do gol gremista no finalzinho da primeira etapa

Ferrnandinho foi o autor do gol gremista no finalzinho da primeira etapa


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Motivação não faltava para mais uma grande atuação do Grêmio. O líder Corinthians apenas empatou com o Flamengo, permitindo que os comandados de Renato Portaluppi diminuíssem mais uma vez a vantagem. Mesmo superior e com mais criação, o Tricolor não conseguiu superar a retranca imposta pelo Santos e também acabou no empate de 1 a 1. Com o fechamento da rodada, o Corinthians acabou com o "título simbólico" do primeiro turno.
Depois de um início equilibrado, os donos da casa começaram um bombardeio ao gol de Vanderlei. Aos 23 minutos, Ramiro acertou um belo chute, de longe, mas o goleiro do Peixe espalmou. No rebote, Everton desperdiçou, chutando por cima. Quatro minutos depois, Geromel lançou Pedro Rocha, que deixou a bola escapar. Everton ficou com ela, recebeu o trancão de Jean Mota, e caiu. Os jogadores pediram pênalti, mas o juiz mandou seguir. Na sequência, Luan bateu, a bola desviou na marcação e quase enganou Vanderlei.
Aos 30, mais uma chance clara desperdiçada por Everton após Lucas Veríssimo salvar em cima da linha um chute de Fernandinho, Everton chutou na rede, mas pelo lado de fora. Como no futebol a justiça nem sempre entra em campo, na primeira chegada perigosa, o Santos abriu o marcador. Aos 44, Jean Mota cobrou escanteio da esquerda, Bruno Henrique desviou de cabeça na primeira trave, e David Braz apareceu, de peixinho, para fazer o gol.
A superioridade gremista em toda primeira etapa foi confirmada dois minutos após sofrer o revés. Edílson cruzou da direita, Pedro Rocha bateu forte e Vanderlei operou um milagre na Arena. Porém, no rebote, Fernandinho usou a cabeça para deixar tudo igual.
O segundo tempo seguiu com o mesmo script: Grêmio pressionando o tempo todo. Pedro Rocha, aos sete minutos, e Ramiro, aos 21, pararam na atuação inspirada do camisa 1 da Vila Belmiro.
A partida marcou ainda a estreia do equatoriano Arroyo, porém, 15 minutos após entrar em campo, ele se chocou com Victor Ferraz e saiu de campo sangrando. Aos 55, Luan forçou Vanderlei a mais uma intervenção. No entanto, nem os dez minutos de acréscimos foram suficientes para o Grêmio superar a retranca paulista. O time volta a campo na quarta-feira, fora de casa, diante do lanterna Atlético-GO.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia