Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de julho de 2017. Atualizado às 21h58.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Alterada em 26/07 às 21h59min

Botafogo faz 3 no Atlético-MG e avança na Copa do Brasil

Folhapress
Quando o sorteio da Copa do Brasil apontou o confronto entre Atlético-MG e Botafogo, o torcedor atleticano sabia que não seria nada fácil. Nos últimos anos, nenhum clube venceu o Atlético-MG tantas vezes como fez a equipe carioca.
E assim foi neste confronto válido pelas quartas de final da Copa do Brasil. Após perder por 1 a 0, em Belo Horizonte, o Botafogo venceu por 3 a 0, nesta quarta-feira (26), no Estádio Nilton Santos, e está na semifinal do torneio. Os gols foram de Joel Carli e Roger, ambos no primeiro tempo, e Gilson, no final do segundo tempo.
A última vitória do Atlético-MG em um mata-mata contra o Botafogo aconteceu em 1994, nas quartas de final do Campeonato Brasileiro. Desde então, foram seis confrontos, já considerando o encontro desta temporada, e em todos o Botafogo levou a melhor. São quatro classificações na Copa do Brasil, em 2007, 2008, 2013 e 2017, além dos duelos pela Copa Sul-Americana, em 2008 e 2011.
A classificação do Botafogo é consequência dos momentos distintos pelos quais passam os clubes. Classificado à semifinal da Copa do Brasil, o Botafogo gasta com futebol bem menos do que o Atlético. Apesar de ter um maior poder financeiro, o clube mineiro tem feito uma temporada inferior ao rival carioca.
Campeão estadual, o Atlético-MG está mal no Brasileiro, eliminado da Copa do Brasil e em desvantagem na Copa Libertadores, no confronto com o Jorge Wilstermann. Já o Botafogo está na semifinal da Copa do Brasil, com a mesma pontuação do sexto colocado no Brasileiro e tem vantagem nas oitavas de final da Libertadores, contra o Nacional.
No jogo desta quarta, o Botafogo aproveitou bem o fator campo e o apoio de sua torcida para abrir o placar com um gol de Joel Carli, aos 6min do primeiro tempo. Mesmo à frente, o time carioca não abriu mão de atacar e foi premiado com um gol de Roger, de cabeça, aos 41min.
Um gol era o que precisava o Atlético-MG no segundo tempo para avançar à semifinal da Copa do Brasil. Mas o time mineiro sequer conseguiu pressionar o Botafogo. É verdade que o time mineiro teve muito mais posse de bola e jogou boa parte da etapa final no campo de ataque, mas o Jefferson pouco teve que trabalhar.
Durante os 45 minutos finais, a única intervenção do goleiro foi de cabeça, fora da área. Mas quem fez o gol foi o Botafogo, em contra-ataque, aos 45 minutos do segundo tempo, marcado por Gílson.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia