Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de julho de 2017. Atualizado às 00h03.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Notícia da edição impressa de 27/07/2017. Alterada em 26/07 às 22h10min

Grêmio escala time misto para confirmar a vaga na Copa do Brasil

Grupo participou ontem de um descontraído rachão no local do jogo

Grupo participou ontem de um descontraído rachão no local do jogo


LUCAS UEBEL/LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/JC
Um time misto deve entrar em campo hoje para garantir o Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil. Após golear o Atlético-PR por 4 a 0, na partida de ida das quartas de final, alguns dos comandados de Renato Portaluppi devem ser poupados no duelo das 21h45min, na grama artificial da Arena da Baixada.
No treino que encerrou a preparação tricolor para o duelo, realizado ontem no palco da partida, o zagueiro Pedro Geromel, o lateral-direito Edilson e o volante Maicon fizeram apenas uma corrida leve. A atividade foi marcada pela descontração e, pela excelente vantagem conquistada no jogo da ida, a tendência é de que o treinador preserve alguns titulares.
O meio-campista Michel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo no Brasileirão, é presença confirmada na partida. Ele prefere demonstrar cautela ao falar da enorme vantagem obtida em Porto Alegre. O jogador pregou respeito ao adversário e reforçou que é preciso evitar o excesso de confiança. "A vantagem, não vou mentir, é boa, mas é perigosa. A gente não pode relaxar em cima desse placar, não pode deixar a peteca cair. Com humildade, fazer o mesmo jogo que fizemos em casa e garantir a classificação", destacou.
Opinião semelhante tem o lateral-esquerdo Marcelo Oliveira, que também deve entrar para que Cortez seja preservado, pelo excesso de jogos disputados. O atleta repetiu a necessidade de os companheiros não perderem a concentração para não serem surpreendidos. "A gente sabe que no futebol pode acontecer de tudo, a partir do momento que você não está concentrado, que você pensa que está ganho o jogo e uma classificação. Então, acho que foi nesse sentido que o Michel falou. Sabemos que é mais um jogo difícil e que temos que confirmar a nossa classificação", analisou o lateral. O Grêmio deve ir a campo com a seguinte formação: Marcelo Grohe; Leonardo (Edílson), Bressan, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Michel, Ramiro, Fernandinho e Pedro Rocha; Luan (Everton).
Do lado paranaense, o clima de missão impossível não tira o ânimo dos atletas e da comissão técnica. Todos enfatizaram a necessidade de dar um passo após o outro e evitar o desespero. "Temos que pensar em fazer o nosso melhor, fazer o jogo das nossas vidas. Construir o resultado pelo primeiro gol, porque no futebol tudo pode acontecer", projetou o volante Otávio.
Para avançar na competição, o Atlético precisa fazer cinco gols de diferença. Se sofrer um, terá que marcar seis vezes para eliminar os gaúchos. Uma eventual vitória por 4 a 0 da equipe mandante levaria a disputa para os pênaltis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia