Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de julho de 2017. Atualizado às 14h04.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

21/07/2017 - 14h03min. Alterada em 21/07 às 14h06min

Doriva é demitido pelo Atlético-GO e se torna 4º técnico a cair na 15ª rodada

Doriva fez a sua estreia no clube goiano na sexta rodada, substituindo Marcelo Cabo

Doriva fez a sua estreia no clube goiano na sexta rodada, substituindo Marcelo Cabo


Atlético Clube Goianiense/divulgação/jc
agência estado
Doriva foi mais um técnico demitido em função dos resultados da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, a diretoria do Atlético Goianiense anunciou a demissão do treinador, um dia após o lanterna do torneio ser goleado por 4 a 0 pelo Sport, na Ilha do Retiro.
Antes de Doriva, outros três clubes haviam dispensado seus treinadores nos últimos dias. Foram os casos de Pachequinho, no Coritiba, Roger Machado, no Atlético Mineiro, e Alexandre Gallo, no Vitória. Agora foi a vez do técnico do último colocado no Brasileirão - o Atlético-GO está com oito pontos somados em 15 rodadas, a nove da primeira equipe fora da zona de rebaixamento.
"O Atlético Clube Goianiense informa que o técnico Doriva não é mais o comandante rubro-negro para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série A. O clube agradece o profissional pelo trabalho e por todo o esforço demandado durante esse tempo. A direção e os funcionários do Atlético desejam muito sucesso a Doriva no prosseguimento de sua carreira", anunciou o Atlético-GO em seu site oficial.
Doriva fez a sua estreia no clube goiano na sexta rodada, substituindo Marcelo Cabo. O treinador comandou o time em dez jogos, com um desempenho pífio, de apenas uma vitória, dois empates e sete derrotas. Assim, ainda que tivesse uma relação de amizade com membros da diretoria, acabou sendo demitido em função dos resultados ruins.
Além de Doriva, o auxiliar técnico Eduardo Souza também deixa o Atlético-GO nesta sexta-feira. Quando foi contratado, o treinador assinou um contrato válido até o final de 2017, mas o acordo não previa o pagamento de uma multa em caso de rescisão.
O Atlético-GO voltará a jogar neste domingo, quando vai receber o Botafogo, no Estádio Olímpico. O time será dirigido pelo auxiliar técnico João Paulo Sanches, que está no clube há mais de três anos e o havia comandado, também interinamente, na sua primeira vitória no Brasileirão, sobre a Ponte Preta. A diretoria vai avaliar se busca um substituto para Doriva ou se até efetiva o auxiliar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia