Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de julho de 2017. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 02/07 às 21h52min

Em casa, Avaí empata sem gols com a Ponte Preta e segue na zona de rebaixamento

Em um jogo de pouca emoção e muitos erros de passes, o Avaí recebeu a Ponte Preta neste domingo e não conseguiu mais do que um empate por 0 a 0. A partida, que aconteceu no estádio da Ressacada, em Florianópolis, foi válida pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Com o resultado, o time de Santa Catarina segue na zona de rebaixamento - na 19.ª e penúltima colocação, com nove pontos. Enquanto isso, o clube de Campinas (SP) é o 11.º colocado, com 15 pontos, e se recuperou da derrota em casa para o Palmeiras por 2 a 1.
O técnico Gilson Kleina foi liberado pela Ponte Preta para resolver questões familiares em Curitiba, após a morte de seu cunhado. Por isso, o auxiliar Juninho comandou o time do banco de reservas. Curiosamente ele já tinha comandando a equipe na vitória sobre o Sol de América, do Paraguai, na última quinta-feira, pela Copa Sul-Americana.
Mesmo com um time de muitos reservas, a Ponte Preta foi para cima do Avaí e quase abriu o placar com 10 minutos. Lucca recebeu pela esquerda, trouxe a bola para o meio e soltou uma bomba de pé direito. O goleiro Douglas precisou se esticar para defender. No rebote, Lins quase conseguiu chegar antes do zagueiro.
O time catarinense respondeu aos 18 minutos. Joel recebeu na entrada da área, fez grande jogada individual, fintou Kadu e chutou forte, cruzado. O goleiro Aranha não achou nada e, para sua sorte, a bola foi para fora.
No último lance do primeiro tempo, o goleiro do time paulista precisou trabalhar. Mesmo com pouco espaço, Rômulo conseguiu girar sobre Kadu e finalizou. Bem posicionado, Aranha conseguiu espalmar.
O segundo tempo foi fraco tecnicamente e os dois times só foram assustar em bolas paradas. Logo aos cinco minutos, Pedro Castro cobrou uma falta que desviou na barreira e só não entrou porque Aranha conseguiu defender. Aos 17 minutos, foi a vez de Lucca tirar tinta da trave do Avaí.
Em um vacilo da defesa pontepretana, o Avaí quase abriu o placar Aos 27 minutos, Kadu afastou mal o cruzamento de Juan e Júnior Dutra chutou de primeira, levando perigo ao gol de Aranha, que só olhou a bola ir pela linha de fundo.
O Avaí volta a campo no próximo domingo, às 19 horas, para enfrentar o vice-líder Grêmio, na Arena Grêmio, em Porto Alegre. A Ponte Preta vai até São Paulo para encarar o líder Corinthians, no estádio Itaquerão, no sábado, às 19 horas. Os jogos serão válidos pela 12.ª rodada.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia