Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 02 de julho de 2017. Atualizado às 20h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

vôlei

Alterada em 02/07 às 20h59min

Seleção de vôlei faz 1º treino na Arena da Baixada: 'Tentando lidar com o frio'

A dois dias da estreia na fase final da Liga Mundial, a seleção brasileira masculina de vôlei fez, neste domingo, o primeiro treino oficial na Arena da Baixada, o estádio do Atlético Paranaense, em Curitiba, onde acontecerão os jogos decisivos entre Brasil, Canadá, Rússia, França, Sérvia e Estados Unidos. A equipe comandada pelo técnico Renan Dal Zotto chegou na última sexta-feira à capital paranaense e fez um primeiro trabalho mais curto na nova estrutura do clube rubro-negro no sábado.
Aniversariante neste domingo, o levantador Bruninho, que completou 31 anos, falou sobre as diferenças de jogar em um estádio de futebol. "Estamos tentando lidar bem com o frio. Estamos usando roupas térmicas e temos que nos acostumar com isso. É um estádio, é muito maior do que estamos acostumados, mas tudo isso faz parte. Temos que nos adaptar e chegar nas melhores condições possíveis para a partida de terça-feira", afirmou Bruninho.
Os treinamentos são para ajustes finais antes da primeira partida na fase final, marcada para esta terça-feira, às 15h05, contra a seleção do Canadá. O segundo jogo do Brasil será na quinta, no mesmo horário, contra a Rússia. As semifinais serão na sexta e a grande decisão no sábado, a partir das 23h05.
O experiente central Lucão também opinou sobre a Arena da Baixada. "É um pouco diferente em termos de referência, de claridade. A noite parece mais com um ginásio, mas de dia é diferente. Mas temos um tempo para acostumar, para essa adaptação, e temos que estar prontos para essa fase final, onde não tem jogo fácil. As seis equipes que estão aqui fizeram por merecer, fizeram bons jogos e vieram em uma crescente muito boa no campeonato", disse.
Encantado com o que viu da estrutura do vôlei montada no estádio, o técnico Renan Dal Zotto fez questão de elogiar. "O palco está muito bonito. Conseguimos nesses dois dias assimilar bastante a situação de tempo de bola, ter um pouco de referência, já que é difícil adquirir isso em se tratando de um estádio de futebol. Por isso, esses primeiros contatos aqui foram bastante produtivos", garantiu.
O treinador ainda demonstrou satisfação sobre o rendimento no trabalho realizado neste domingo. "O time treinou muito bem e esperamos chegar na terça-feira no melhor momento possível para começar bem a competição", concluiu Renan Dal Zotto.
Essa é a segunda vez que a seleção brasileira joga na Arena da Baixada. Mas é a primeira em partidas oficiais. Da primeira vez, em setembro de 2016, o grupo, ainda sob o comando do técnico Bernardinho, esteve em Curitiba para uma partida comemorativa pela conquista do ouro olímpico no Rio-2016. Na ocasião, o Brasil venceu a seleção de Portugal por 3 sets a 0.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia