Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de julho de 2017. Atualizado às 11h03.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 26/07 às 11h03min

Após abrir com sinal positivo, Ibovespa passa a cair mesmo com exterior favorável

O Ibovespa abriu em alta moderada nesta quarta-feira (26) mas, há pouco, passou a exibir sinal negativo, a despeito do bom humor externo. A queda é uma realização de lucros, segundo um operador do mercado de ações, mas ainda representa uma leve devolução do ganho na semana (1,17%) e no mês (4,04%). "Subiu bem nos últimos dias e agora realiza", afirmou o profissional. Na mínima, o indicador caiu 0,39% aos 65.411 pontos. Dow Jones abriu em alta de 0,36%. S&P500 subia 0,15% na abertura.
A desvalorização do real ante o dólar favorece essa virada do índice de ações brasileiro. O gerente de mesa de derivativos de uma gestora de recursos disse que o movimento comprador reflete ajustes em meio à espera pela decisão do Federal Reserve (Fed) e de um desconforto persistente com a questão fiscal do País - intensificado pela suspensão do aumento das alíquotas de combustíveis via liminar judicial nesta terça-feira, 25. A Advocacia-Geral da União (AGU) já recorreu.
Voltando à Bolsa, a valorização de commodities e de índices acionários estrangeiros poderão restringir a queda do Ibovespa. Para um dos sócios da Eleven Financial, o economista Rafael Bevilacqua, o exterior deve influenciar os negócios nesta quarta, como tem feito nos últimos dias.
Segundo ele, a decisão do Federal Reserve, a ser anunciada a partir das 15h, poderá ser um divisor de águas, enquanto o mercado espera o comunicado do Banco Central brasileiro. "A expectativa é se o BC vai sinalizar se o próximo corte vai ser de um ponto ou 0,75 ponto porcentual", disse Bevilacqua.
Às 10h39min desta quarta-feira, o Ibovespa caía 0,26% aos 65.497 pontos. O petróleo do tipo Brent para setembro subia 0,46% no mesmo horário. A cotação do minério de ferro no porto de Qingdao fechou com alta de 1,37%. O contrato futuro do minério de ferro na China, pelo Dalian Commodity Exchange, caiu 0,38%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia