Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 20 de julho de 2017. Atualizado às 20h44.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 20/07 às 20h47min

Dow Jones e S&P 500 encerram em queda com tensão política; Nasdaq renova máxima

As bolsas de Nova Iorque encerraram o pregão desta quinta-feira (20), próximas da estabilidade, em dia de aumento da tensão política em Washington e com balanços no foco dos investidores. Ainda assim, o índice Nasdaq renovou a máxima histórica de fechamento.
O Dow Jones perdeu 28,97 pontos (-0,13%), terminando em 21 611,78 pontos. O S&P 500 cedeu 0,38 ponto (-0,02%), para 2 473,45 pontos. O Nasdaq avançou 4,96 pontos (0,08%), para 6 390,00 pontos.
Em dia de agenda macroeconômica fraca, os investidores na acentuação da crise política envolvendo o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
A agência de notícias Bloomberg divulgou mais cedo que o ex-diretor do FBI Robert Mueller, que comanda a investigação sobre o envolvimento de assessores de Trump com a Rússia, vai analisar uma ampla gama de transações dos negócios do presidente fora do país.
A possibilidade de ampliação das investigações ocorre na mesma semana em que Trump perdeu mais apoio entre os congressistas republicanos. Há o temor que a crise política atrapalhe a agenda pró-crescimento do presidente, que envolve investimentos em infraestrutura e cortes de impostos.
No noticiário corporativo, o destaque ficou para os balanços trimestrais. O lucro líquido da Visa foi de US$ 2,06 bilhões e da Microsoft foi de US$ 6,51 bilhões. Ambos foram publicados após o fechamento dos mercados.
Na sessão regular, as ações da Visa caíram 0,14% e as da Microsoft subiram 0,49%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia