Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de julho de 2017. Atualizado às 23h03.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 11/07 às 08h37min

Bolsas asiáticas terminam em alta com ajuda do setor de tecnologia

As bolsas da Ásia e do Pacífico encerraram majoritariamente em alta, impulsionadas pelos ganhos do setor de tecnologia na véspera em Nova Iorque.
Ontem (10), o índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,38%, em meio à melhora de humor dos investidores com o setor. Por causa do fuso horário, o avanço só foi se repercutir na sessão desta terça-feira (11) na Ásia.
"Após declínios recentes, os investidores estão voltando a adicionar ações de tecnologia em suas carteiras, em detrimento a papéis que representam a antiga economia", escreveu, em nota, o analista de estratégia regional da Kim Eng Securities, William Cheung.
O índice Taiex, da Bolsa de Taiwan, foi um dos que teve o maior salto, terminando em 10.415,57 pontos (+1,22%). Três papéis de fornecedores da Apple, que juntos correspondem a mais de 25% do peso do indicador acionário, se destacaram entre - Largan Precision subiu 3,83%, Hon Hai Precision (Foxconn) avançou 2,60% e Taiwan Semiconductor ganhou 2,91%.
Em Hong Kong, os papéis do portal de serviços de internet e jogos Tencent subiram 1,13%. O índice Hang Seng terminou com ganhos de 1,48%, aos 25.877,64 pontos, a maior alta em um só dia em quatro meses.
A Bolsa de Seul renovou o recorde ao encerrar em 2.396,00 pontos (+0,58%). As ações da Samsung subiram 0,70% e da siderúrgica Posco ganharam 2,67%.
Em Sidney, o índice S&P/ASX 200 terminou com ganhos de 0,08%, aos 5.728,90 pontos. Em Wellington (Nova Zelândia), o S&P/NZX 50 encerrou com alta de 0,59%, aos 7.628,57 pontos.
Na China, as empresas de siderurgia e mineração pressionaram para baixo os principais índices. O Xangai Composto declinou 0,30%, para 3.203,04 pontos, com os papéis da Shandong Gold-Mining cedendo 0,61%. O Shenzhen Composto recuou 0,72%, para 1.891,60 pontos, com queda de 1,16% da Angang Steel.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia