Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de julho de 2017. Atualizado às 17h53.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

Alterada em 03/07 às 17h55min

Editais ofertam R$ 16 milhões para parques, polos e RS Incubadoras

Márcio Biolchi, do Desenvolvimento Econômico anunciou recursos e como serem acessados

Márcio Biolchi, do Desenvolvimento Econômico anunciou recursos e como serem acessados


Luiz Chaves/Palácio Piratini/Divulgação/JC
O governo gaúcho lançou, nesta segunda-feira (3), no Palácio Piratini, os editais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) com recursos para os programas de Polos Tecnológicos, RS Incubadoras e Programa Gaúcho de Parques Tecnológicos. São R$ 16 milhões em recursos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird). De 2015 a 2018, o Estado somará R$ 53,8 milhões investidos. O encaminhamento dos projetos deve ser feito até 20 deste mês. 
A aposta é que os editais estimulem a geração de negócios, empregos, renda, a difusão de conhecimento e a busca por soluções e melhores serviços. “O financiamento de pesquisas e projetos de inovação é uma ação que amplia os caminhos para o desenvolvimento e a produtividade das nossas empresas e a qualidade dos nossos produtos. As consequências beneficiam toda a população”, afirmou o governador José Ivo Sartori.
O Programa de apoio aos Polos Tecnológicos terá R$ 9,7 milhões, com até R$ 700 mil por projeto. O Rio Grande do Sul conta com 27 polos, divididos em área de modernização tecnológica e inovação tecnológica. Podem se credenciar universidades, Coredes, municípios e empresas.
O RS Incubadoras terá R$ 1,5 milhão, sendo que cada incubadora pode buscar até R$ 300 mil. As incubadoras de base tecnológica são responsáveis por conectar pesquisa científica, transferência de tecnologia e desenvolvimento de novos produtos. Hoje são 18 incubadoras de base tecnológica espalhadas em diferentes regiões gaúchas. Os parques do Programa Gaúcho de Parques Tecnológicos terão R$ 4,8 milhões, com limite de R$ 800 mil cada. São 12 parques credenciados no programa e mais cinco podem se credenciar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia