Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de junho de 2017. Atualizado às 15h26.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

ESTADOS UNIDOS

Alterada em 27/06 às 15h29min

Liderança republicana no Senado adia votação sobre reforma na saúde nos EUA

Líderes republicanos no Senado dos Estados Unidos adiaram para depois do feriado de 4 de julho a votação de uma controversa lei para acabar com o modelo de seguro-saúde atualmente vigente no país, o chamado Obamacare, aprovado no governo do ex-presidente Barack Obama, e para colocar no lugar dele uma alternativa mais conservadora.
A decisão de adiar o voto foi tomada nesta terça-feira e é um reflexo das dificuldades do republicanos em conseguir votos suficientes para aprovar a medida. Por ora, os líderes do partido do presidente Donald Trump ainda não possuem votos suficientes para vencer no Senado. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia