Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de junho de 2017. Atualizado às 22h06.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 29/06 às 22h07min

Morre aos 52 anos o carnavalesco Fábio Verçoza

Ele tinha 52 anos e foi encontrado sem vida por familiares em sua residência

Ele tinha 52 anos e foi encontrado sem vida por familiares em sua residência


MARCOS NAGELSTEIN/JC
Bruna Suptitz
Morreu nesta quinta-feira o carnavalesco Fábio Verçoza. Ele tinha 52 anos e foi encontrado sem vida por familiares em sua residência. Rei Momo do Carnaval de Porto Alegre por 10 anos – de 1998 a 2000 e de 2009 a 2015 –, Verçoza foi coordenador de manifestações populares da Secretaria Municipal da Cultura na gestão passada. Nascido na Capital, começou a participar de desfiles em escolas de samba com 15 anos de idade. Aos 33, foi eleito rei momo pela primeira vez. Formado em Matemática e Direito, atuou como professor de educação infantil e era servidor de carreira da prefeitura de Porto Alegre. “Foi um Rei Momo inovador, que marcou muito, promovendo atividades sociais paralelas ao Carnaval”, disse o presidente da Liga das Escolas de Samba de Porto Alegre, Juarez Gutierres. O velório acontece a partir das 8h desta sexta-feira na Capela 6 do Cemitério da Santa Casa. Em 2013, o colunista do Jornal do Comércio Eduardo Bins Ely fez um perfil de Fábio Verçoza.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia