Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de junho de 2017. Atualizado às 23h56.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

Notícia da edição impressa de 29/06/2017. Alterada em 28/06 às 20h59min

Diretora da escola General Ibá é afastada do cargo

Após assumir a responsabilidade pela falta de limpeza das fezes de pombos acumuladas no telhado da Escola Estadual de Ensino Fundamental General Ibá, na Zona Leste de Porto Alegre, a diretora Marlei de Oliveira foi afastada de sua função para apuração de sindicância. A investigação começou no dia 19 de junho e tem duração de 30 dias. A escola chegou a ser interditada pelos pais, devido ao perigo à saúde dos estudantes.
A 1ª Coordenadoria Regional de Ensino (CRE) da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) anunciará hoje o nome de um representante para coordenar o trabalho de recuperação da instituição. O representante fará o trabalho administrativo na escola, enquanto a atual vice-diretora e uma professora que está retornando de uma licença-prêmio se encarregarão do trabalho pedagógico.
Durante a limpeza do telhado e desinfecção necessária devido às fezes das aves, foram encontrados problemas na instalação hidráulica da caixa d'água da General Ibá. Por esse motivo, as aulas não retornaram ontem, como previsto. A 1ª CRE aguarda orçamentos solicitados a empresas especializadas para, então, realizar os serviços de reparos. A nova previsão de retorno é no início da próxima semana.
As férias antecipadas dos 457 alunos da escola, usadas durante o trabalho de limpeza e desinfecção do prédio, terminaram no dia 26 de junho. Como as aulas não foram retomadas, os dias perdidos serão repostos no segundo semestre. A tendência é que a reposição ocorra aos sábados, mas a 1ª CRE não descarta adiamento do término do ano letivo.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia