Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 02 de junho de 2017. Atualizado às 12h44.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

clima

Alterada em 02/06 às 12h47min

Sobe para 44 o número de municípios em situação de emergência no Estado

O número de municípios afetados, que na quinta-feira chegava a 74, hoje subiu para 100

O número de municípios afetados, que na quinta-feira chegava a 74, hoje subiu para 100


DEFESA CIVIL/DIVULGAÇÃO/JC
Subiu para 44 o número de municípios gaúchos que decretaram situação de emergência por causa das fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul desde a última semana. Maquine, Sinimbu e Terra de Areia foram as últimas cidades que fizeram o decreto. Em todo o Estado, são 681 famílias desalojadas (2.977 pessoas) e 262 famílias desabrigadas (1156 pessoas), conforme balanço da Defesa Civil estadual, divulgado no fim da manhã desta sexta-feira (2).
Até o momento, decretaram situação de emergência os municípios de Barão de Cotegipe, Barros Cassal, Boa Vista das Missões, Boqueirão do Leão, Campo Novo, Casca, Cristal, Cristal do Sul, Coronel Bicaco, Dom Pedrito, Garruchos, Gentil, Ibirapuitã, Inhacorá, Irai, Itaqui, Lagoão, Miraguaí, Paim Filho, Panambi, Pedras Altas, Pirapó, Ponte Preta, Porto Mauá, Porto Xavier, Roque Gonzáles, São Borja, São Jerônimo, São José das Missões, São Nicolau, São Sebastião do Caí, Sertão, Sinimbu, Soledade, Tenente Portela, Terra de Areia, Tiradentes do Sul, Três Arroios, Três de Maio, Três Passos, Tunas, Uruguaiana e Vila Lângaro.
O número de municípios afetados, que na quinta-feira chegava a 74, hoje subiu para 100, conforme o último balanço do órgão estadual. São Jerônimo segue sendo a cidade com mais pessoas afetadas, totalizando 210 famílias fora de casa.
Apesar da trégua nesta sexta-feira, a chuva deve voltar a atingir o Estado no domingo, segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Junto com a volta do sol, vem o frio. O fim de semana deve ser bastante gelado no Rio Grande do Sul. O giro no clima marca a despedida da instabilidade que estava estacionada no Estado e agora se desloca para Santa Catarina e Paraná.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia