Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 30 de junho de 2017. Atualizado às 14h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa das confederações

Alterada em 30/06 às 14h56min

Ronaldo levará taça ao campo na festa de encerramento da Copa das Confederações

Além de confirmar a presença de Ronaldo, a Fifa prometeu dar destaque às manifestações culturais da cidade de São Petersburgo durante a festa de encerramento

Além de confirmar a presença de Ronaldo, a Fifa prometeu dar destaque às manifestações culturais da cidade de São Petersburgo durante a festa de encerramento


YASUYOSHI CHIBA/AFP PHOTO/JC
A Fifa anunciou oficialmente nesta sexta-feira as atrações da cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, que ocorrerá pouco antes da final entre Chile e Alemanha, neste domingo, em São Petersburgo, na Rússia, e confirmou a presença do ex-atacante Ronaldo no evento que servirá para dar brilho ao término do principal evento-teste de preparação para a Copa do Mundo de 2018.
Vencedor e principal protagonista do Brasil na conquista do Mundial de 2002, no qual fez os dois gols da vitória por 2 a 0 na final contra a Alemanha em um jogo que completa 15 anos de sua disputa neste 30 de junho de 2017, o ex-jogador terá papel nobre na cerimônia, pois a entidade que controla o futebol do planeta confirmou que ele será o responsável por levar o troféu que será entregue aos campeões ao gramado do estádio de São Petersburgo.
"Estou muito feliz por voltar à Copa das Confederações", afirmou Ronaldo, que conquistou a edição de 1997 da competição pela seleção brasileira na Arábia Saudita, onde marcou três dos seis gols da vitória por 6 a 0 sobre a Austrália na decisão. Naquela ocasião, ele fez dupla de ataque com Romário, autor de outras três bolas na rede no duelo.
Convidado pela Fifa, o ex-atacante também destacou que "mais importante" do que seu reencontro com a Copa das Confederações é ver que a preparação para a Copa do Mundo de 2018 está sendo bem feita, em sua opinião. "É ótimo voltar à Rússia e ver tudo funcionando tão bem com o torneio. Eu não tenho dúvida de que o país irá organizar uma incrível Copa do Mundo no próximo ano", ressaltou Ronaldo, em declarações reproduzidas pela entidade máxima do futebol.
Além de confirmar a presença de Ronaldo, a Fifa prometeu dar destaque às manifestações culturais da cidade de São Petersburgo durante a festa de encerramento da competição. "A cerimônia é inspirada na ideia de um carnaval, onde cada ato é rapidamente seguido de outro. Quase 1,5 mil pessoas estarão envolvidas - entre artistas, músicos e coreógrafos de diferentes cidades - e os espectadores serão agraciados com uma mistura de danças clássicas e modernas, apresentações circenses e hip hop", informou a entidade.
A cerimônia de encerramento está marcada para começar às 13h15min (horário de Brasília) deste domingo, quando a final entre Chile e Alemanha começará às 15h. Antes disso, às 9 horas, mas em Moscou, Portugal e México se enfrentam na decisão do terceiro lugar da competição.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia