Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 25 de junho de 2017. Atualizado às 22h43.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

Notícia da edição impressa de 26/06/2017. Alterada em 25/06 às 22h41min

Em corrida cheia de incidentes, Ricciardo conquista GP do Azerbaijão

Australiano beneficiou-se de briga entre Vettel e Hamilton para vencer

Australiano beneficiou-se de briga entre Vettel e Hamilton para vencer


ANDREJ ISAKOVIC/AFP/JC
Em uma das corridas mais emocionantes e movimentadas da temporada, ficou com Daniel Ricciardo, da Red Bull, a vitória no GP do Azerbaijão de Fórmula 1, disputado ontem em Baku. Em uma prova com relargadas, ultrapassagens, uma bandeira vermelha para retirar detritos da pista e até uma briga insólita entre os líderes Lewis Hamilton e Sebastian Vettel dentro da pista, o piloto australiano conseguiu superar todos os incidentes e chegar na frente do finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes. O canadense Lance Stroll, da Willians, foi ultrapassado por Bottas na reta de chegada, mas ainda assim surpreendeu ao terminar em terceiro.
Líder do Mundial de Pilotos, com 153 pontos, o alemão Sebastian Vettel chegou apenas na quarta colocação. Ele foi punido por jogar o carro contra Hamilton, seu principal adversário pelo título. Vettel atingiu a traseira do inglês em uma freada brusca do oponente, irritou-se e acabou passando dez segundos nos boxes pela atitude, o que comprometeu suas chances de vitória. Hamilton, por sua vez, teve um problema no protetor de cabeça, precisou parar nos boxes para encaixá-lo e teve que fazer uma corrida de recuperação, terminando em quinto.
O brasileiro Felipe Massa, por sua vez, fazia sua melhor prova na temporada até ser forçado a deixar a corrida. Aproveitando as retomadas após cada entrada de safety car, causadas pelo acúmulo de detritos na pista, o piloto da Williams fez ultrapassagens importantes e chegou a estar em terceiro lugar, quase passando por Vettel em deteminado momento. Mas a bandeira vermelha, que paralisou a prova por mais de trinta minutos para limpar de forma definitiva a pista, prejudicou Massa. Na relargada, o carro do brasileiro perdeu rendimento e perdeu várias posições antes de abandonar a prova.
No Mundial de Pilotos, Vettel é seguido por Hamilton, com 139 pontos, e Valtteri Bottas, com 111. Após a vitória, Ricciardo é o quarto na temporada, com 92 pontos. Nos construtores, a Mercedes lidera com 250 pontos, seguida pela Ferrari (226 pontos) e Red Bull (137). A próxima etapa do Mundial será disputada no dia 9 de julho, em Spielberg, na Áustria.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia