Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de junho de 2017. Atualizado às 23h42.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Notícia da edição impressa de 23/06/2017. Alterada em 22/06 às 23h35min

Vitória do Grêmio para 'incendiar' o duelo com o Corinthians

Pedro Rocha tabelou com Luan para abrir o placar na Arena

Pedro Rocha tabelou com Luan para abrir o placar na Arena


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Mesmo com a maratona de jogos – o Grêmio jogou na segunda-feira, nesta quinta-feira e volta a campo no domingo – o técnico Renato Portaluppi levou à campo sua equipe titular para encarar o Coritiba. O objetivo era conquistar os três pontos para, no confronto direto contra o Corinthians no domingo, na Arena lotada, assumir a liderança da competição. E a lição de casa foi feita. Em uma atuação sem brilho, mas segura, o time bateu os paranaenses por 2 a 0 e segue na cola do Timão na busca pela ponta da tabela.
Imprimindo um ritmo forte nos primeiros minutos de jogo, o Grêmio foi rápido no gatilho e abriu o placar logo aos nove minutos. Pedro Rocha tabelou com Luan pela esquerda, entrou na área, e soltou uma bomba com o pé esquerdo para fazer o 1 a 0.
Os donos da casa seguiram comandando as ações pelo menos até os 25 minutos. A partir daí a equipe diminuiu o ímpeto e o Coritiba equilibrou o duelo. Ainda assim, o Grêmio só não ampliou aos 44 porque o goleiro Wilson impediu o gol de Lucas Barrios, que recebeu assistência primorosa de Luan.
A segunda etapa foi de equilíbrio. O time paranaense chegou a levar perigo ao gol de Marcelo Grohe em algumas vezes, mas não teve qualidade para marcar. O Grêmio, por sua vez, apostou nos contra-ataques para fustigar a defesa adversária. Foi assim, que o time chegou com perigo aos 23 e aos 26 minutos, com Fernandinho e Luan. Nas duas ocasiões, o gol não saiu porque o goleiro Wilson impediu.
Aos 39 minutos, porém, não deu para o arqueiro coxa branca. Em novo contragolpe, Luan tocou para Fernandinho que entrava na área pela esquerda. O atacante bateu forte no alto e deu números finais à partida. O gol foi o de número 70 do Tricolor no ano em 35 partidas. Agora, todos os pensamentos e atenções na Arena estão no Corinthians, adversário da tarde de domingo.
Grêmio 2 x 0 Coritiba
Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Rafael Thyere e Cortez; Michel, Arthur (Maicon), Fernandinho, Luan e Pedro Rocha (Lincoln); Lucas Barrios (Everton). Técnico: Renato Portaluppi.
Wilson; Dodô (Léo), Werley, Márcio e William Matheus; Jonas (Iago), Alan Santos (Tiago Real) e Matheus Galdezani; Henrique Almeida, Alecsandro e Rildo. Técnico: Pachequinho.
Árbitro:  Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia