Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de junho de 2017. Atualizado às 21h27.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

seleção brasileira

Alterada em 05/06 às 21h28min

Rodriguinho, Weverton e Fagner se apresentam à seleção em Melbourne

A seleção brasileira está quase completa em Melbourne, onde fará dois amistosos nos próximos dias. Nesta segunda-feira chegaram à cidade australiana o meia Rodriguinho e o lateral Fagner, do Corinthians, e o goleiro Weverton, do Atlético Paranaense. Eles defenderam seus times em rodada do Brasileirão no sábado.
No dia seguinte, iniciaram a longa viagem até a Austrália. Com a chegada deles, faltam apenas quatro jogadores para completar a lista dos convocados do técnico Tite: o meia Diego Souza (Sport), o zagueiro Rodrigo Caio (São Paulo), o lateral Alex Sandro (Juventus) e o goleiro Ederson, que acaba e deixar o Benfica para defender o Manchester City na próxima temporada europeia.
Os três primeiros vão desembarcar em solo australiano nesta terça-feira. Ederson chegará somente na quinta. Ele ganhou a liberdade de se apresentar mais tarde por causa do nascimento de sua filha.
Ainda sem a delegação completa, o técnico Tite comandou o primeiro treino da seleção na Austrália nesta segunda. E, nesta terça, vai liderar outra atividade no Lakeside Stadium às 17 horas (4 horas no horário de Brasília).
Em Melbourne, a seleção brasileira vai enfrentar a Argentina, na estreia do técnico Jorge Sampaoli à frente do rival, na sexta-feira. Quatro dias depois, na terça, o time de Tite vai duelar com a anfitriã Austrália.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia