Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 05 de junho de 2017. Atualizado às 08h22.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

04/06/2017 - 18h42min. Alterada em 04/06 às 18h42min

Grêmio vence o Vasco por 2 a 0 e entra na briga pela liderança do Brasileirão

Lucas Barrios celebra tento gremista contra a defesa vascaína

Lucas Barrios celebra tento gremista contra a defesa vascaína


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
O Grêmio segue entre os líderes do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time gaúcho ampliou o bom momento ao derrotar o Vasco por 2 a 0, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela quarta rodada. Os atacantes paraguaio Lucas Barrios, em cobrança de pênalti, e Luan anotaram os gols da terceira vitória gremista na competição.
Com o resultado, o Grêmio subiu para os nove pontos, disputando a liderança e dentro do G6 - a zona de classificação à Copa Libertadores. O Vasco, por sua vez, encerrou a série de duas vitórias seguidas e continua com seis pontos, no meio da tabela de classificação.
O clima era de festa para celebrar os 150 jogos do técnico Renato Gaúcho no comando do Grêmio, mas o equilíbrio foi quem roubou a cena no primeiro tempo. Os donos da casa deram a impressão que fariam pressão nos minutos iniciais, após finalização que passou raspando de Ramiro. Conforme o tempo foi passando, o Vasco conseguiu equilibrar e também assustou o goleiro Marcelo Grohe. Em contra-ataque, Mateus Vital passou por Pedro Geromel e cruzou para Manga Escobar, que finalizou com perigo ao lado da meta.
A estratégia do Vasco era bem clara. Deixar o Grêmio com a bola e buscar o contra-ataque. O esquema estava funcionando bem até que o clube gaúcho abrir o placar aos 37 minutos. Após cobrança de escanteio, Wellington derrubou Pedro Geromel na área e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, Lucas Barrios foi preciso e marcou. Os jogadores vascaínos reclamaram bastante da marcação. Pouco antes do intervalo, os cariocas voltaram a assustar Marcelo Grohe em cabeçada de Paulão.
O Vasco inverteu a sua estratégia no segundo tempo e tomou iniciativa da partida, criando boas chances logo no começo em levantamentos de Mateus Vital. Em um deles, o zagueiro Kannemann tentou fazer o corte e quase colocou contra a própria meta. O técnico Milton Mendes sentiu o bom momento e colocou o time à frente, tirando um volante e colocando o experiente meia Nenê, reserva mais uma vez.
Sólido, o Grêmio se fechou bem, se armando para um contra-ataque Luan, duas vezes, apareceu bem dentro da área, mas a defesa do Vasco se virou para salvar. Aos 46 minutos, não teve defesa que salvasse o time carioca do segundo gol. Depois de grande tabela pela direita, Gaston Fernández tentou de calcanhar e a bola sobrou para Luan empurrar de perna esquerda para o fundo das redes.
Os dois times voltam a campo nesta quarta-feira, às 21h45, pela quinta rodada do Brasileirão. O Grêmio encara a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó (SC), enquanto que o Vasco recebe o Corinthians, no estádio de São Januário, no Rio.
O Grêmio segue entre os líderes do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time gaúcho ampliou o bom momento ao derrotar o Vasco por 2 a 0, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela quarta rodada
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Carlos 05/06/2017 00h00min
Honestamente não houve pênalti o que interferiu no resultado da partida. Devemos ser justos