Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 27 de junho de 2017. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Logística

Notícia da edição impressa de 28/06/2017. Alterada em 27/06 às 22h13min

Transposul quer superar adversidade do cenário

Organização do evento espera presença de cerca de 14 mil visitantes

Organização do evento espera presença de cerca de 14 mil visitantes


JONATHAN HECKLER/JONATHAN HECKLER/JC
Jefferson Klein
Iniciada ontem, em meio às incertezas do cenário político e econômico, a 19ª Transposul - Feira e Congresso de Logística espera superar as complicações impostas. "Infelizmente, o momento político é difícil, é complicado, mas não podemos mais olhar para o problema político, temos que olhar para frente", defende o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Carga e Logística no Estado do Rio Grande do Sul (Setcergs), Afrânio Kieling.
Além do dirigente, participaram da abertura do evento o vice-governador, José Paulo Cairoli, e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior. O encontro reúne as principais montadoras de caminhões do País, fornecedores de equipamentos como pneus e rastreadores, além de agentes logísticos. Apesar do momento delicado, a perspectiva de negócios da feira é positiva, sendo que a expectativa é chegar a algo próximo a R$ 130 milhões em vendas. Apesar dessa estimativa, o vice-presidente de Logística da Setcergs, Frank
Woodhead, admite que o momento conturbado da política nacional atrapalha o setor logístico. "É muito ruim essa situação em Brasília, mas a gente tem que se adaptar à realidade", argumenta o empresário.
A edição deste ano da Transposul deve fazer com que aproximadamente 14 mil pessoas compareçam ao evento. Além das oportunidades de negócios geradas, o congresso técnico que é realizado paralelamente e discute temas que envolvem o segmento logístico é outra atração para o público. Um desses assuntos é o interesse do governo gaúcho de novamente conceder estradas.
Sobre a meta do Executivo estadual de lançar neste ano ainda o edital para repassar à iniciativa privada algumas rodovias gaúchas, Woodhead não acredita que essa previsão será cumprida. Porém, no próximo ano, quando essa questão deve realmente ser levada adiante, o integrante do Setcergs defende que é preciso considerar os interesses do governo, da concessionária e dos usuários.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia