Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de junho de 2017. Atualizado às 23h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Trabalho

Notícia da edição impressa de 27/06/2017. Alterada em 26/06 às 21h20min

Previdência pode ser votada só em agosto, diz Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou ontem que a reforma da Previdência pode ser votada no plenário da Câmara apenas em agosto. O governo já admite mais atrasos na votação da proposta com a perspectiva de o presidente Michel Temer (PMDB) ser denunciado pelo Ministério Público.
"Pode ser só em agosto, vamos aguardar", disse Rodrigo Maia após um debate sobre reforma política na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Ele afirmou que, para a reforma voltar à tramitação na Casa, o Congresso precisa superar a crise e analisar a eventual denúncia contra Temer. "Vamos passar essa crise para que a gente volte a discutir a reforma da Previdência com condições de aprovar um texto que garanta a solvência do sistema", disse Maia.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia