Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 22 de junho de 2017. Atualizado às 16h55.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 22/06 às 16h58min

Bolsas da Europa fecham sem direção única, com recuperação do petróleo

As bolsas europeias fecharam sem direção única, em uma sessão volátil, à medida que papéis de energia se recuperaram na esteira da alta do petróleo, após forte recuo da commodity. O índice pan-europeu Stoxx 600 teve leve alta de 0,01%, aos 388,58 pontos.
Os investidores permanecem atentos ao excesso de oferta global no mercado de petróleo, mesmo após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros grandes produtores terem concordado em estender o acordo de corte na produção até o primeiro semestre de 2018. A queda do petróleo afeta os preços de energia, o que tende a diminuir a expectativa sobre a inflação, preocupando os investidores.
O petróleo teve uma jornada bastante negativa na quarta, fechando em baixa de mais de 2%, diante das dúvidas de investidores sobre se o excesso de oferta pode ser contido mais adiante. No entanto, nesta quinta-feira, 22, os contratos de petróleo começaram a ensaiar uma alta, em movimento de recuperação.
O avanço acelerou, ainda, após uma autoridade do ministério de Energia do Golfo ter dito que a Arábia Saudita está procurando formas de elevar os preços do petróleo, querendo atingir o nível de US$ 60 por barril para a IPO da Saudi Aramco, em notícia publicada pelo Wall Street Journal.
Em Londres, as ações das petroleiras Royal Dutch Sell e da BP recuperaram as perdas vistas mais cedo e fecharam em alta de 0,02% e 0,01%, respectivamente. Ações do setor de mineração em geral também melhoraram. A Anglo American terminou em alta de 0,32%. No fim da sessão europeia, o índice FTSE, de Londres, terminou em queda de 0,11%.
Nos outros mercados europeus, o índice PCAC-40, de Paris, fechou em alta de 0,15%, aos 5.281,93 pontos; o DAX, de Frankfurt terminou em alta de 0,15%, aos 12.794,00 pontos; o FTSE-MIB, de Milão, fechou em baixa de 0,67%, aos 20.930,26 pontos; o PSI-20, de Lisboa, terminou em queda de 0,51%, aos 5.244,98 pontos, e o Ibex-35, de Madri, cedeu 0,29%, aos 10.709,90 pontos.
Na agenda política, a primeira-ministra Theresa May deve participar mais tarde de um evento em Bruxelas, no qual ela apresentará os planos britânicos para os cidadãos da União Europeia que vivem no Reino Unido, como parte das negociações da saída do país do bloco, o chamado Brexit.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia