Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de junho de 2017. Atualizado às 23h52.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Logística

Notícia da edição impressa de 14/06/2017. Alterada em 13/06 às 19h53min

CMA-CGM faz acordo para comprar Mercosul Line

A empresa francesa de transporte de contêineres CMA-CGM anunciou, nesta terça-feira, o fechamento de um acordo para a aquisição da Mercosul Line, unidade brasileira do conglomerado dinamarquês Maersk Line. O valor da transação, contudo, não foi revelado.
Em comunicado emitido em conjunto por CMA-CGM e Maersk, as empresas afirmam que a Mercosul Line permitirá que a companhia francesa fortaleça suas operações na América do Sul e no Brasil, mercados com forte potencial para desenvolvimento de atividades de cabotagem e serviços "door-to-door".
As empresas ainda informam que a operação está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e depende do fechamento da fusão entre Maersk Line e Hamburg Süd. O cenário mais otimista é que a Mercosul passe à CMA-CGM ao mesmo tempo que a integração entre Maersk e Hamburg Süd seja concluída - a previsão é que o processo termine até o fim deste ano. "A transação vai garantir que o setor de cabotagem no Brasil permaneça competitivo e que os usuários continuem a se beneficiar com um leque abrangente de escolhas", diz o comunicado.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia