Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 01 de junho de 2017. Atualizado às 20h08.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria automotiva

Alterada em 01/06 às 20h10min

Audi fraudou testes de emissão de diesel, afirma ministro dos Transportes alemão

O ministro dos Transportes da Alemanha, Alexander Dobrindt, declarou hoje que a Audi usou software para maquiar testes de emissão de diesel. De acordo com Dobrindt, o programa era capaz de reconhecer os veículos que estavam sendo examinados e trocar seus sistemas de emissão para uma alternativa mais limpa.
O ministro alemão ainda afirmou que será necessário recolher os 24 mil carros produzidos pela montadora entre 2009 e 2013.
Os efeitos da fraude já são sentidos pela Volkswagen, empresa parente da Audi. Depois de admitir que seus veículos usavam software para burlar os limites de emissão de óxido de nitrogênio nos Estados Unidos, a Volkswagen foi forçada a pagar multas e compensações financeiras avaliadas em bilhões de dólares.
As investigações sobre o esquema da Audi começaram no início do ano, durante a conferência anual dos executivos da montadora.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia