Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 28 de maio de 2017. Atualizado às 17h05.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Alterada em 28/05 às 17h07min

Cabral é transferido de Bangu para cadeia pública na zona norte do Rio

Folhapress
O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) foi transferido na manhã deste domingo (28) do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste, para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte.
A medida faz parte de um remanejamento de presos com nível superior ou detidos por falta de pagamento de pensão alimentícia, para a abertura de mais vagas em Bangu destinadas a criminosos de alta periculosidade.
Ao todo, de acordo com a Seap (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária), foram transferidos 146 homens, sendo 53 com nível superior e outros 93 com débito de pensão alimentícia.
Entre os presos transferidos também está o ex-secretário de Saúde do Estado Sérgio Côrtes, preso no mês passado acusado de fraudes em licitações compra de equipamentos médico-hospitalares por meio de pregões presenciais.
A cadeia pública abrigava policiais do Rio acusados de crimes diversos. A unidade ficou conhecida por ter as celas transformadas em verdadeiras suítes, uma para cada policial detido.
Para receber os presos de Bangu, a unidade passou por uma reforma no valor de R$ 26 mil, segundo a Seap, e todas as celas voltaram a ter características normais: 16m², com capacidade para seis pessoas, três beliches, chuveiro de água fria, pia e vaso sanitário.
A unidade em Benfica tem capacidade para 162 presos de nível superior e com débitos de pensão alimentícia, e outras 502 vagas de triagem, por onde passam todos os presos antes de serem transferidos para outras penitenciárias no Estado.
De acordo com a Seap, nove viaturas fizeram a remoção dos presos. A assessoria da secretaria não soube informar se os detentos puderam receber a visita de familiares neste domingo (28).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia