Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de maio de 2017. Atualizado às 17h29.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

investigação

Alterada em 23/05 às 17h32min

STF manda prender deputado federal Celso Jacob

Agência Brasil
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou hoje (23) a prisão do deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ), condenado pela Corte a sete anos e dois meses de reclusão pelos crimes de falsificação de documento público e dispensa de licitação. Ainda não foram divulgadas informações sobre como ficará a situação do mandato do deputado na Câmara dos Deputados e quando o mandado de prisão será emitido.
Por unanimidade, o colegiado negou o último recurso apresentado pela defesa do parlamentar, decretou o fim do processo e, consequentemente, a execução da pena. Em junho do ano passado, Jacob foi condenado pelo Supremo por crimes que foram cometidos pelo deputado em 2002, quando o parlamentar era prefeito de Três Rios (RJ). De acordo com a denúncia, Jacob teria favorecido uma construtora ao decretar estado de emergência no município.
A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria do deputado e aguarda retorno.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia