Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 14 de maio de 2017. Atualizado às 22h33.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Trabalho

Notícia da edição impressa de 15/05/2017. Alterada em 14/05 às 21h37min

Simers obtém liminar contra parcelamento salarial de médicos

O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) conquistou, na 7ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Porto Alegre, ordem que impede o prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) de parcelar, atrasar ou suspender o pagamento dos vencimentos dos médicos municipários da Capital associados ao Sindicato Médico.
A decisão é de sexta-feira e foi tomada pela juíza Marilei Lacerda Menna, que acatou o pedido do sindicato. O Simers ingressou com mandado de segurança preventivo contra ato do prefeito, tendo em vista os anúncios da possibilidade de parcelamento dos vencimentos dos servidores públicos municipais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia