Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de maio de 2017. Atualizado às 22h44.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça Eleitoral

Notícia da edição impressa de 12/05/2017. Alterada em 11/05 às 21h14min

Carlos Cini Marchionatti assumirá condução do TRE

Carlos Cini Marchionatti será empossado em 26 de maio

Carlos Cini Marchionatti será empossado em 26 de maio


CLAITON DORNELLES /JC
Atual vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o desembargador Carlos Cini Marchionatti, deve assumir a condução da Corte Eleitoral no dia 26 de maio. Ele substitui a desembargadora Liselena Schifino Robles Ribeiro, que foi a primeira mulher gaúcha a presidir uma eleição de caráter geral no Estado. Ela, agora, se candidata à presidência do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio Grande do Sul, podendo se tornar a primeira mulher a ocupar o cargo no Judiciário estadual.
Para este ano, o foco da gestão é a preparação e ampliação do cadastramento biométrico dos eleitores. Atualmente, 40 municípios possuem a biometria, e 92 devem receber durante este ano. Até 2020, todos os municípios devem oferecer o serviço, o que, segundo Marchionatti, é um dos grandes desafios de sua presidência.
O desembargador comenta ainda que, para o desenvolvimento e a agilidade na implantação do serviço em todo o Estado, o TRE buscou um convênio com o Exército para o atendimento aos eleitores.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia