Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de maio de 2017. Atualizado às 12h52.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Senado

Alterada em 02/05 às 12h54min

Com Eunício em exames, Cássio Cunha Lima conduzirá Senado nesta terça

Cássio Cunha Lima conduzirá os trabalhos no lugar do presidente Eunício Oliveira

Cássio Cunha Lima conduzirá os trabalhos no lugar do presidente Eunício Oliveira


PEDRO FRANÇA/AGÊNCIA SENADO/JC
O primeiro vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), conduzirá os trabalhos da Casa nesta terça-feira (2), no lugar do presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE). Segundo a assessoria de imprensa da presidência, Eunício realiza exames médicos complementares no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após sofrer um acidente isquêmico transitório (AIT) na semana passada.
Cunha Lima disse que a expectativa é de que Eunício retorne ao Senado já nesta quarta (3).
O senador do PSDB confirmou que a reunião de líderes para definir a pauta da semana, às 14 horas, está mantida. Ele considera que a sessão do plenário desta terça será simples e rápida devido à sessão do Congresso Nacional, prevista para as 18h30min.
A sessão deliberativa contará prazo para a tramitação da PEC do fim do foro privilegiado. Esta será a primeira das três sessões de debate necessárias para a votação em segundo turno da proposta, que deverá ficar para a próxima semana. O texto foi aprovado por unanimidade em primeiro turno.
Ainda não há consenso sobre a eleição da Comissão Mista do Orçamento (CMO). Apesar de a reunião de instalação da CMO estar prevista para as 14h30min, o assunto também deverá ser debatido entre os líderes na tarde desta terça em busca de um acordo.
Na ausência de Eunício, Cássio comandará a sessão do Congresso desta terça para analisar 15 vetos presidenciais - nove deles trancam a pauta de votações. Um dos vetos a serem analisados foi feito à lei que altera a estrutura da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
Também estão em pauta vetos presidenciais que foram feitos à lei que libera a terceirização de maneira irrestrita para todas as atividades das empresas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia