Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 22 de maio de 2017. Atualizado às 20h32.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Venezuela

Alterada em 22/05 às 20h35min

Casa onde cresceu ex-líder Chávez é incendiada por manifestantes na Venezuela

A velha casa onde o ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez passou parte de sua infância, na cidade de Barinas, foi incendiada nesta segunda-feira por manifestantes enfurecidos, em meio a violentos distúrbios que deixaram um jovem morto, vários escritórios públicos queimados, dezenas de comércios saqueados e uma base da Guarda Nacional atacada.
Dezenas de manifestantes, alguns com os rostos cobertos com camisetas, bloquearam com barricadas algumas das principais vias de Barinas, capital do Estado de mesmo nome no noroeste do país. A casa onde viveu Chávez foi incendiada, segundo o deputado opositor Pedro Luis Castillo, que vive na cidade.
Castillo disse que também foram incendiadas as sedes regionais do Conselho Nacional Eleitoral, do governista Partido Socialista Unidos da Venezuela e um instituto estatal de moradia. O deputado acrescentou que os manifestantes atacaram e tomaram uma base da Guarda Nacional.
Chávez (1959-2013) foi presidente do país entre 1999 a 2013. Após sua morte, o poder foi assumido por seu último vice, o atual presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. O atual líder é alvo de críticas e grandes protestos, em meio a uma grave crise econômica.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia