Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de maio de 2017. Atualizado às 10h05.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 01/05 às 10h07min

Congresso dos EUA chega a acordo para financiamento do governo até setembro

Republicanos e democratas no Congresso dos EUA chegaram a um acordo para um gasto extra de US$ 1 trilhão para financiar as operações do governo até o fim de setembro, mas negaram recursos para que o presidente americano, Donald Trump, construa um moro na fronteira com o México. Os congressistas ainda barraram a proposta de cortes em programas populares.
O acordo bipartidário foi fechado na noite do domingo (30), após semanas de negociação, divulgado nas primeiras horas de hoje. Ele deverá ser levado a votação e aprovado pela Câmara e pelo Senado até a meia-noite da próxima sexta-feira para evitar que o governo fique sem dinheiro para manter sua operações. Ainda não está claro qual o apoio que o projeto receberá e quão calorosamente será recebido na Casa Branca.
O montante envolvido no projeto deverá ser suficiente para fazer frente às despesas do governo até 30 de setembro, quando encerra o orçamento de 2017. A partir de 1º de outubro, entra em vigor o orçamento de 2018.
A proposta de orçamento de Trump para 2018 inclui um aumento de 10% ao Pentágono, financiado por cortes em ajudas ao exterior e outras outros programas não militares. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia