Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 17 de março de 2018.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Animais

Notícia da edição impressa de 31/05/2017. Alterada em 30/05 às 22h29min

Abertura do hospital veterinário de Porto Alegre fica para o segundo semestre

Concluído e equipado em novembro, estabelecimento segue fechado desde então

Concluído e equipado em novembro, estabelecimento segue fechado desde então


MARCELO G. RIBEIRO/jc
Isabella Sander
Localizado na divisa entre os municípios de Porto Alegre e Viamão, o Hospital Veterinário Victória enfrenta uma série de entraves para começar a funcionar. Depois de resolvidos os trâmites na Capital e construído o prédio, o estabelecimento depende de licença ambiental da prefeitura de Viamão e alvará de Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) para abrir suas portas. A secretária adjunta da Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda), Fabiane Tomazi Borba, estima que a espera deve terminar no segundo semestre de 2017, daqui a dois ou três meses.
Era setembro de 2012 quando a construção do hospital, em terreno na Lomba do Pinheiro, foi anunciada. A obra, no entanto, só começou em março de 2016, quando o empresário Alexandre Grendene entrou em acordo com a prefeitura da Capital para arcar com os custos da execução. Concluído e equipado em novembro, o estabelecimento segue fechado desde então.
Os entraves para o seu funcionamento são os mesmos desde o início deste ano. Para obter a licença ambiental da prefeitura de Viamão - o hospital fica no limite entre o município e a Capital -, é preciso fazer uma correção no projeto de água e esgoto, para que os dejetos cheguem à Estação de Tratamento de Esgoto. O projeto com a alteração foi protocolado ontem junto ao município. "Quando sair a licença, a obra será feita o quanto antes", garante Fabiane.
Ontem também aconteceu uma reunião da Seda com o Corpo de Bombeiros, na busca por viabilizar a liberação do PPCI. "A promotora de Meio Ambiente de Viamão se ofereceu para nos auxiliar no processo, para agilizarmos a emissão do alvará", revela a secretária. Agora, só falta a vistoria dos bombeiros ser realizada, quando será averiguado se a obra está nos conformes.
Em paralelo aos trâmites burocráticos, está sendo feito um levantamento de custos e busca de parcerias para o atendimento, a ser bancado por Grendene. "O projeto está bem avançado, quase finalizado. Porém, não adianta assinar o convênio se o estabelecimento ainda não puder funcionar", observa Fabiane. Ela assegura que há um grande esforço conjunto das prefeituras e das promotorias de Porto Alegre e Viamão, a fim de viabilizar o serviço o quanto antes.
O hospital possui cinco blocos cirúrgicos, quatro consultórios, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), setores de quimioterapia, fisioterapia, banco de sangue, farmácia, ambulatório, sala de recuperação para 150 cães e gatos e espaço de triagem para outros 120. Hoje, o serviço é oferecido no mesmo terreno, na estrutura antiga da Unidade de Medicina Veterinária. O local realiza 100 atendimentos diários de menor complexidade, como vacinação, castração e microchipagem de animais.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Sanai juliana 17/03/2018 16h24min
Boa tarde. Poderiam me passar o telefone do hospital público Victoria da lomba do Pinheiro? Não encontro no Googlenn