Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de maio de 2017. Atualizado às 22h36.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça

Notícia da edição impressa de 05/05/2017. Alterada em 04/05 às 21h03min

Oito são condenados por planejar ato terrorista nos Jogos do Rio

O juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal de Curitiba, decidiu, na quinta-feira, pela condenação de oito acusados de terrorismo às vésperas dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Considerado o líder do grupo, Leonid El Kadre de Melo recebeu a pena mais alta, de 15 anos e dez meses, enquanto os demais receberam sentenças que vão de seis anos e 11 meses a cinco anos e seis meses de prisão. Os réus foram responsabilizados por crimes como promoção de organização terrorista, associação criminosa e corrupção de menores.
O grupo de brasileiros virou alvo após um relatório do FBI alertando para o risco de ataques no Brasil. Os investigados foram presos em 2016, nos estados de Paraná, Amazonas, Ceará, Paraíba, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul.
Após quebra de sigilo telefônico, as autoridades garantem ter verificado intensa comunicação entre os integrantes, conclamando interessados a se organizar em apoio ao Estado Islâmico, inclusive com treinamento já em território brasileiro. De acordo com as investigações, alguns dos envolvidos chegaram a noticiar a realização do batismo da organização, além de diálogos sobre a confecção de bombas caseiras e pontos da capital fluminense mais vulneráveis a ataques.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia