Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 30 de maio de 2017. Atualizado às 23h36.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Notícia da edição impressa de 31/05/2017. Alterada em 30/05 às 21h20min

Guto Ferreira é o novo treinador colorado

Guto comandou o time na conquista do Campeonato Gaúcho de 2002

Guto comandou o time na conquista do Campeonato Gaúcho de 2002


MARCO QUINTANA/MARCO QUINTANA/JC
O Inter buscou na Série A um treinador para ter a sequência de vitórias necessárias para que a Série B fique no passado em 2018. O nome escolhido é um velho conhecido no Beira-Rio. A direção foi até Salvador e tirou Guto Ferreira do Bahia para comandar o Colorado. A apresentação oficial será amanhã e a estreia ocorrerá no sábado, em casa, diante do Juventude.
Aos 51 anos, Guto Ferreira já trabalhou nas categorias de base do Inter e assumiu o time principal em 2002, conquistando o título gaúcho. Ele chega a Porto Alegre acompanhado dos auxiliares André Luís, ex-jogador do Inter, e Alexandre Faganello, além do preparador físico Juninho. A última passagem como técnico do clube foi em 2008, quando assumiu interinamente após a saída de Abel Braga.
Antes de o clube oficializar a contratação do novo comandante, o Bahia divulgou nota em seu site para confirmar que estava apenas aguardando o pagamento da multa contratual para liberá-lo aos gaúchos, depois de o profissional ter aceitado a proposta colorada. O mesmo já havia acontecido com a contratação do goleiro Marcelo Lomba e a saída de Muriel para Salvador.
O presidente Marcelo Medeiros acredita que o novo treinador é a pessoa certa para o momento que o Inter vive. "O Guto conhece a Série B. Tem experiência nessa competição e vive um bom momento da sua carreira. Esperamos que ele possa fazer com o Inter o que fez com outros clubes: levar para a Série A", comentou.
Medeiros falou ainda que a mudança no comando técnico se deu em função do que o time vinha apresentando dentro de campo. "Entendemos que o Inter precisava de uma mudança de rumo. Pelo tempo, esperávamos uma equipe melhor. Mas agradecemos ao Antônio Carlos Zago, que foi corajoso em assumir o desafio proposto antes", lembrou.
Campeão da Copa do Nordeste com o Bahia neste ano, Guto começou sua carreira no XV de Piracicaba. Ele teve passagens ainda por Ponte Preta, Chapecoense, Figueirense e Portuguesa, entre outros clubes, além de ter comandado o Penafiel e o Naval no futebol português.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia