Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de maio de 2017. Atualizado às 17h17.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

05/05/2017 - 17h04min. Alterada em 05/05 às 17h04min

Zago mantém mistério sobre goleiro do Inter para final contra o Novo Hamburgo

Danilo Fernandes é uma das opções de Zago para o jogo de domingo

Danilo Fernandes é uma das opções de Zago para o jogo de domingo


RICARDO DUARTE/Inter/Divulgação/JC
O técnico do Internacional, Antônio Carlos Zago, reforçou o mistério sobre o goleiro que deverá começar o duelo final do Campeonato Gaúcho, neste domingo, às 16 horas, contra o Novo Hamburgo, no estádio Centenário, em Caxias do Sul. O treinador se limitou a dizer que Danilo Fernandes (que se recupera de uma fratura no dedo do pé esquerdo) e Marcelo Lomba (com lesão muscular na coxa direita) estão empenhados para ter condições de jogar.
"Tiveram uma evolução grandíssima até pela vontade de ajudar, isso contribui bastante para a evolução da lesão. Talvez o cara, se não tem uma decisão como essa, fica na sua zona de conforto, só esperando o tratamento, e com eles vem sendo diferente. Eles se colocaram à disposição, até porque é uma final de Campeonato Gaúcho, o jogo mais importante do ano até agora, e isso faz com que, conscientemente, ajude na melhora deles na partida de domingo", despistou Zago, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.
O treinador acredita ainda que o adversário deverá atuar da mesma maneira que jogou a primeira partida da final gaúcha - empate por 2 a 2, no Beira-Rio -, utilizando os contra-ataques e as bolas paradas para surpreender. Zago também confirmou que pretende avançar a marcação da equipe para pressionar o Novo Hamburgo no próprio campo e, consequentemente, aumentar a proteção da meta do time colorado.
"Se você pegar o último jogo, foi o que nós fizemos: procurar pressionar no campo do adversário. Isso vem sendo uma constante no início do nosso trabalho: ter o controle do jogo, a posse de bola, pressionar um pouco mais à frente, isso foi melhorando com o tempo. Lógico que isso será uma das opções para o jogo de domingo. Você fazer com que o adversário fique o mais longe possível do seu gol, sem fazer linha de impedimento. O que pudermos pressionar um pouco mais à frente, vamos fazer", destacou Zago.
A delegação do Inter permanece até o início da noite desta sexta-feira em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, cidade escolhida como refúgio para o time neste período de preparação para o duelo de volta da decisão. Ainda na noite desta sexta, o grupo segue para Caxias do Sul, local da grande final do Estadual.
Para se tornar campeão gaúcho, os dois times precisam de uma vitória simples, já que a primeira partida terminou empatada. Uma nova igualdade no próximo domingo levará a decisão para a disputa de penalidades máximas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Dorian R. Bueno 05/05/2017 17h13min
COLORADOS VAMOS NO ESQUEMA KAMIKASE !!! nPara quem tem um plantel com mais atacantes inteiros do que goleiros, defensores e meio campistas, o melhor esquema é o KAMIKASE. Que o treinador Zago nesta última partida do Gauchão, tenha a coragem do Abelão, e vamo que vamo Internacional, para dentro deles. Sabemos que na prática o time do Novo Hamburgo até o momento, foi muito melhor por que sabe jogar na defesa, meio do campo e no contra ataque. Já está provado que muitas vezes o time do COLORADO entrou com TRÊS VOLANTES em função ERRADA, e o desempenho foi um enorme desastre devido à falta de entrosamento. Até acredito que possam ter algum talento, mas conforme as companhias estes jogadores ficam perdidos dentro do campo e o adversário jogando e fazendo GOL. O plantel está recheado de jogadores com o perfil ofensivo, e neste momento o melhor é ATACAR RAPIDAMENTE tratando muito bem a BOLA longe do nosso GOLEIRO. A melhor DEFESA será o ATAQUE, mas com a responsabilidade de ir e voltar para que o nosso goleiro não sofra desgaste físico. Seja o que a nossa DEFESA ANTIAÉREA conseguir salvar, quando eles atacarem os nossos zagueiros e goleiro por cima, como nos últimos jogos. Somente a VITÓRIA interessa, mesmo que seja nos PÊNALTIS. Abs. Dorian Bueno, POA, 05.05.2017n