Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 02 de maio de 2017. Atualizado às 22h35.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

Alterada em 02/05 às 21h42min

Grêmio enfrenta o Iquique e a altitude no Chile

Jogadores realizaram trabalho de troca de passes para se adaptar à altitude

Jogadores realizaram trabalho de troca de passes para se adaptar à altitude


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Diante do Deportes Iquique, hoje à noite, o Grêmio deve ter um time diferente daquele que goleou o Guaraní do Paraguai por 4 a 1, semana passada, na Arena. Se os jogadores escolhidos para a entrevista forem titulares, a equipe que entrará em campo às 19h30min, na cidade de Calama, no Chile, deve ter Michel no meio-campo e Fernandinho na frente. O duelo é o penúltimo do Grupo 8 da Copa Libertadores da América.   
O trabalho de ontem para reconhecer o estádio Zorros del Desierto, palco da partida, não indicou a equipe titular. O tradicional rachão promovido pelo técnico Renato Portaluppi mostrou bastante descontração e, não deixou de ser uma forma de avaliar como os atletas se comportaram nos 2,4 mil metros de altitude.
Antes da atividade, a comissão técnica promoveu uma movimentação para que os atletas se adaptassem ao tempo da bola, que ganha mais velocidade na altitude. Com os jogadores divididos em quatro grupos, eles tinham como missão pequenos circuitos de troca de passes, sempre se movimentando. Na sequência, trabalharam finalizações de longa distância. Marcelo Grohe treinou o tempo todo em separado com o preparador de goleiros, Rogerinho.
Caso Portaluppi siga a indicação dada nas entrevistas dos atletas, o Tricolor vai a campo com Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro, Michel, Fernandinho, Luan e Pedro Rocha; Barrios. A única mudança pode ser a entrada de Arthur, de ótima atuação diante dos paraguaios, no lugar de Fernandinho, dando mais consistência ao meio-campo.
Líder do Grupo 8, com 10 pontos, com uma vitória o Tricolor pode encaminhar a primeira posição da chave, além de se aproximar como melhor campanha do torneio continental, o que dará a vantagem de mandar os confrontos de volta de mata-mata em casa. Já o Iquique precisa dos três pontos para brigar pela segunda vaga, já que está um ponto atrás do Guaraní.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia