Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 31 de maio de 2017. Atualizado às 20h18.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

Alterada em 31/05 às 20h22min

CTG: País tem grande potencial de infraestrutura, mas precisa simplificar regras

O presidente da China Three Gorges Brasil (CTG), Li Yinsheng, avaliou nesta quarta-feira (31), que o Brasil possui um grande potencial para o setor de infraestrutura, mas precisa melhorar sua estrutura governamental, simplificar algumas regras e "trazer um cenário benéfico para o setor público e para o setor privado".
"Embora exista uma grande necessidade e muitos recursos disponíveis, acredito que seja necessária uma situação que torne os negócios mais factíveis", disse. Para ele, o Brasil já deu sinais de que "está disposto a mudar", ao colocar a política de infraestrutura como prioridade. "Temos bons motivos para acreditar que algo de novo vai surgir", afirmou.
Apesar das críticas ao ambiente de negócios no Brasil, a CTG tem sido ativa em aquisições desde que desembarcou no país, em 2013. Em cerca de três anos se tornou a segunda maior geradora de energia no País, por meio de diversas aquisições: participações em usinas da EDP Energias do Brasil, das hidrelétricas da Triunfo Participações e Investimentos, as concessões das usinas de Jupiá e Ilha Solteira e mais recentemente dos ativos da Duke Energy no Brasil.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia