Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de maio de 2017. Atualizado às 20h24.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

petróleo

Alterada em 11/05 às 20h27min

Petrobras: venda de derivados caiu 5% no 1º trimestre

As vendas de combustíveis pela Petrobras no mercado brasileiro atingiram 1,951 milhões de barris por dia no primeiro trimestre deste ano, um recuo de 2% em relação aos 2,001 milhões de barris diários negociados nos três meses imediatamente anteriores. Na comparação com os 2,056 milhões de barris diários do mesmo período do ano passado, houve queda de 5%.
A comercialização de diesel, principal mercado para estatal em termos de volume, somou 702 mil barris diários, retração de 1% ante o quarto trimestre de 2016 e de 12% em relação a igual intervalo do ano passado.
O derivado é consumido em grande escala por caminhões, atividade da economia que depende do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB).
Já as vendas de gasolina alcançaram 539 mil barris diários, baixa de 3% ante o trimestre imediatamente anterior e 4% abaixo do mesmo intervalo de 2016.
Incluindo na conta gás natural, álcoois, nitrogenados renováveis e outros, o volume total comercializado pela Petrobras no mercado brasileiro chegou a 2,369 milhões de barris por dia, 3% menos ante o último trimestre de 2016 e 6% abaixo de igual período do ano passado.
O balanço mostrou ainda que o volume total vendido no mercado externo no primeiro trimestre deste ano totalizou 1,024 milhão de barris diários, frente a 1,013 milhão de barris diários no quarto trimestre e 912 mil barris/dia no primeiro trimestre de 2016. As exportações de petróleo, derivados e outros totalizaram 782 mil barrias ao dia, alta de 72% ante igual intervalo de 2016 e de 20% em relação ao trimestre imediatamente anterior.
Com isso, as vendas totais da Petrobras entre janeiro e março ficaram em 3,393 milhões de barris por dia, 2% menos que os 3,450 milhões de barris diários negociados nos três meses imediatamente anteriores e 1% abaixo dos 3,439 milhões de barris comercializados no mesmo trimestre de 2016.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia