Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 05 de maio de 2017. Atualizado às 08h02.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsas asiáticas fecham majoritariamente em baixa com queda de commodities

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta sexta-feira (5), influenciadas pela recente tendência de queda nos preços de commodities, em especial do petróleo, e em clima de cautela antes do segundo turno da eleição presidencial na França.

Na sessão de ontem, as cotações do petróleo despencaram quase 5%, em meio à crescente avaliação de que esforços recentes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e da Rússia para reduzir sua produção não serão suficientes para equilibrar a oferta global. Nos últimos meses, os Estados Unidos vêm ampliando significativamente sua produção de óleo de xisto.

Além disso, investidores da região asiática preferiram reduzir posições antes da segunda etapa da eleição presidencial francesa, no domingo (07). Pesquisas de opinião indicam que o candidato centrista, Emmanuel Macron, derrotará a rival da extrema-direita, Marine Le Pen, na disputa deste fim de semana.

Na China, o Xangai Composto teve queda de 0,78%, terminando o pregão a 3.103,04 pontos, o menor nível desde outubro do ano passado, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 1,24%, a 1.872,79 pontos.

O fraco desempenho das commodities pesou em ações de empresas chinesas das áreas de petróleo e carvão. Papéis de bancos e corretoras, por sua vez, continuaram pressionados pela recente postura mais agressiva de Pequim no controle de riscos financeiros.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng caiu 0,75% em Hong Kong, a 24.498,73 pontos, e o Taiex recuou 0,68% em Taiwan, a 9.899,94 pontos, mas o filipino PSEi foi exceção e avançou 1,11% em Manila, a 7.841,99 pontos. Já os mercados do Japão e da Coreia do Sul não operaram hoje devido a feriados locais.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho pelo quarto dia consecutivo, diante da forte queda de ações de petrolíferas e grandes mineradoras. O S&P/ASX 200 recuou 0,68% em Sydney, a 5.836,60 pontos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia