Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 01 de maio de 2017. Atualizado às 18h14.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 01/05 às 18h19min

"Darei andamento á reforma tributária o mais rápido possível", diz Mnuchin

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, prometeu tentar dar andamento à reforma tributária "o mais rápido possível" e que é provável que o governo não coloque impostos e planos para a infraestrutura em um mesmo pacote.
Sobre a infraestrutura, o presidente (Donald Trump) está determinado a fazer um enorme investimento", disse. "Vamos fazer isso de diversas maneiras, através de parcerias público-privadas e diferentes maneiras de financiamento, para que o orçamento não seja aumentado em um trilhão de dólares", comentou Mnuchin.
Segundo o secretário, é possível que leve dois anos para que os EUA tenham crescimento de 3,0%, mas que ele é "possível e sustentável". "A reforma do sistema tributária oferece alívio sobre as regulações e melhora os requisitos dos acordos comerciais, o que ajudaráa produzir um crescimento de 3,0% que pode ser sustentado", afirmou.
Ainda de acordo com Mnuchin, poderá haver um imposto recíproco em propostas futuras e que a expectativa da medida possa levar outros países a reduzir barreiras comerciais. Para o secretário, o corte de impostos terá maior impacto em estimular a economia no curto prazo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia