Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de maio de 2017. Atualizado às 23h26.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 16/05/2017. Alterada em 15/05 às 19h54min

Defender a Previdência

O presidente Michel Temer (PMDB) fechou um ano como presidente da República impondo retirada de direitos ao povo brasileiro. Depois de ser o fiador do ajuste de Dilma Rousseff (PT) que jogou o País nessa crise, Temer toca sozinho agora o plano de destruição nacional. Reforma do Ensino Médio, entrega do pré-sal e congelamento por 20 anos dos gastos públicos estão no cardápio de um ano de desgraça. Isso sem falar em dezenas de citações dele (e ministros) em delações na Lava Jato. Temer agora quer que a população trabalhe por mais tempo para conseguir se aposentar, com a desculpa de que a Previdência dá prejuízo, o que é uma mentira das mais deslavadas do governo. A Previdência tem lucro! Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social, em 2015 teve receita de R$ 590,1 bilhões e despesa de R$ 486,5 bilhões, ou seja, teve superávit de R$ 103,6 bilhões só em 2015. Outra questão que o governo omite é sobre empresas sonegadoras, que, ao todo, devem para Previdência quase R$ 1 trilhão, dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. É hora de falar a verdade e defender a Previdência. (Marcos Adriano Prestes, presidente da União Gaúcha dos Estudantes/UGES)
Aeromóvel
Sobre a matéria Movimento Viva Gasômetro propõe jardim suspenso para o aeromóvel na Usina (Jornal do Comércio, 15/05/2017), a ideia não é ruim, a exemplo do que foi feito em situação semelhante em Nova Iorque. Mas por que ninguém se preocupa com o fato de o aeromóvel não ter sido implementado em Porto Alegre, justamente a cidade do seu idealizador? Será que não tem nada a ver com as empresas de ônibus? É triste viver em uma cidade anacrônica politicamente e avessa à modernidade, a exemplo de qualquer outra cidade pelo mundo desenvolvido. Porto Alegre é uma cidade de porte médio, com infraestrutura sofrível. (Peter Andersen Cavalcanti, Porto Alegre)
Entrevista especial
Em relação à entrevista Revisar o IPTU de Porto Alegre é fazer justiça tributária, afirma Franceschi (entrevista especial, Jornal do Comércio, 15/05/2017), é sempre a mesma coisa: aumento de impostos. Já pagamos iluminação pública, calçadas, as praças foram terceirizadas. É inadmissível. (Daniel Farias, Porto Alegre)
Verdade
Tem momentos em que eu fico a me perguntar: quem, afinal, estará vivendo em um outro mundo, se são os procuradores da República e o juiz federal Sérgio Moro, que investigam na Operação Lava Jato e consideram os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT) atolados até o pescoço na lama da corrupção, ou, ao contrário, se são Dilma e Lula que continuam viajando e discursando por esse Brasil afora, em plena campanha política, como se nenhum ato de corrupção tivessem eles cometido? (Manoel Luiz Silva dos Santos, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia