Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de abril de 2017. Atualizado às 13h32.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Alterada em 19/04 às 13h33min

Temer recebe amigo que tem contrato suspeito investigado na Lava Jato

O presidente Michel Temer recebeu em sua casa em São Paulo, na noite de sábado, dia 16, João Baptista Lima Filho, dono da Argeplan Arquitetura e Engenharia, empresa que faz parte de um consórcio que ganhou concorrência para executar serviços relacionados à usina de Angra 3, diz o jornal O Estado de S. Paulo. O contrato é alvo de investigações da Lava Jato.
A empresa finlandesa AF foi a vencedora de um contrato de R$ 162 milhões na Eletronuclear e, por exigência brasileira, subcontratou duas empresas locais: a Engevix e a AF Brasil - da qual a Argeplan faz parte. Lima era gestor do contrato com a Eletronuclear, pela parte da Argeplan. O contrato foi assinado em 2012 para serviços de eletromecânica. O jornal revelou, em maio de 2016, que a Lava Jato investiga se houve negociação de propina.
Lima já foi assessor de Temer. O encontro não consta em agenda oficial. De acordo com a assessoria do presidente, o assunto da reunião é privado.
O empresário foi citado na tentativa de delação do sócio da Engevix, José Antunes Sobrinho Filho, como alguém que se apresentava como um interlocutor do então vice-presidente da República. O caso foi revelado pela revista "Época", há um ano.
As irregularidades envolvendo as obras da usina foram delatadas por executivos da UTC, da Andrade Gutierrez, da Camargo Corrêa e, recentemente, da Odebrecht. Procurado, Lima não se manifestou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia