Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de abril de 2017. Atualizado às 08h23.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

11/04/2017 - 08h23min. Alterada em 11/04 às 08h23min

PF deflagra operação contra ex-secretário de saúde do Rio, Sérgio Côrtes e dois empresários

A Polícia Federal abriu nesta terça-feira (11), mais uma operação mirando a gestão do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB). O ex-secretário de saúde Sérgio Côrtes (2007 a 2013) e dois empresários foram presos na ação.
A investigação mira em fraudes no fornecimento de próteses ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia. A operação tem base na delação do ex-subsecretário de saúde Cesar Romero Viana Junior. A empresa Oscar Iskin, ligada aos empresários Miguel Skin e Gustavo Estellita, alvos de mandado de prisão, teria sido favorecida por Sérgio Côrtes.
A propina chegaria a 10% dos valores dos contratos. Cerca de 5% ficaria para Sérgio Cabral e 2% para Côrtes. São cumpridos nesta terça-feira três mandados de prisão preventiva e dois de condução coercitiva.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia