Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de abril de 2017. Atualizado às 22h47.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

partidos

Notícia da edição impressa de 11/04/2017. Alterada em 10/04 às 22h43min

Lupi minimiza saída de quadros

Em Porto Alegre para a reunião do PDT que oficializou a saída do governo de José Ivo Sartori (PMDB), o presidente do PDT, Carlos Lupi, minimizou o impacto da saída de quadros como o senador Lasier Martins (atualmente no PSD) e o deputado federal Giovani Cherini (PR). "Eu costumo dizer uma coisa: nunca se perde quem nunca se teve. Algumas personalidades só se elegeram pelo PDT, mas não quiseram seguir o estatuto do partido. Um partido como o nosso não pode votar contra trabalhador", disse. "Só se fala de quem perdemos, mas não querem falar de quem entrou. Amanhã se filia a senadora Angela Portela (que deixa o PT do Ceará), aqui entrou o Jairo Jorge, e nós estamos recebendo outras lideranças durante essa semana", acrescentou. Lupi também salientou que a sigla, que pode lançar o ex-petista Jairo Jorge ao governo do Estado em 2018, se propõe a retomar "a ocupação de um espaço de centro-esquerda".
 
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia