Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de abril de 2017. Atualizado às 23h42.

Jornal do Comércio

Política

CORRIGIR

justiça eleitoral

Notícia da edição impressa de 05/04/2017. Alterada em 04/04 às 20h15min

TSE adia julgamento sobre cassação de Temer

 Agenda de viagens internacionais do presidente do TSE, Gilmar Mendes, responsável por convocar as sessões.

Agenda de viagens internacionais do presidente do TSE, Gilmar Mendes, responsável por convocar as sessões.


ANTONIO CRUZ/ABR/JC
Na primeira sessão que julga o processo contra a chapa Dilma Rousseff (PT)-Michel Temer (PMDB), o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu pela convocação de quatro novas testemunhas e pela concessão de mais prazo para a defesa dos acusados.
Serão ouvidos o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega - amanhã, às 20h - e os marqueteiros João Santana e esposa, Mônica Moura, e André Santana. Depois das oitivas, caberá ao ministro-relator, Herman Benjamin, apresentar a conclusão dos depoimentos e conceder mais cinco dias para que as defesas se manifestem.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia